As 10 Melhores Uvas Brancas

02/09/2017

 Chardonnay - A onipresente Chardonnay oscila de fabulosa a desonesta, dependendo do produtor. Com um sabor mais ou menos acentuado de carvalho, de frutas tropicais (quando cultivada em climas quentes) e de melão maduro e limão (quando cultivado em climas frios.

 

 

Riesling - Uma uva aristocrática que se adapta tanto ao frio do vale do Mosel alemão quanto ao clima mais quente do sul da Austrália. Os vinhos de sobremesa são suaves, mas equilibrados; os secos, robustos e adstringentes, com toques de maçã e frutas cítricas. Também demonstra o caráter do terroir como nenhuma outra variedade.

 

 

Sauvignon Blanc - Uma uva para ser amada ou odiada, pois ela apresenta um coquetel de groselhas, aspargos, ervas, limões e xixi de gato (sim, no vocabulário aromático do Guia de vinhos Larousse, esse é um aroma positivo) que pode ser forte demais para alguns paladares. Mas há vinhos do vale do Loire francês, da Nova Zelândia e da África do Sul que são maravilhosamente refrescantes.

 

 

Pinot Grigio - Seu melhor tempero vem da Alsácia, no leste da França, região que produz vinhos com sabor defumado de abacaxi e pêssego. No nordeste da Itália também produz um estilo mais leve e com sabor de nozes, mas muitas versões se encaixam na sigla AFSN (adstringente, fresco, seco e neutro).

 

 

Sémillon - A Sémillon pode ser bastante neutra quando jovem, mas emerge como uma fênix com o tempo - mostrando uma face rica e adstringente (áspera, com taninos evidentes) e um sorriso de limão. Frequentemente utilizada para acrescentar suavidade à mais aromática Sauvignon Blanc.

 

 

Gewürztraminer - Contanto que o viticultor saiba controlar os sabores de gengibre, lichia pétala de rosa e laranja, a Gewürztraminer é uma das experiências mais fortificantes. Se você não sentir sua força, pode ter certeza: a garrafa é de má qualidade.

 

 

Viognier - Não tão artificial quanto a Gewürztraminer, mas tão aromática quanto, a honesta Viognier é inebriante e rica de aromas de pêssego, damasco e avelã. Mas é uma vinha difícil de cultivar, como vários exemplares sem sabor o demonstram.

 

 

Muscat - Uma uva rara com gosto de... uva. Muito utilizada para vinhos suaves, compatíveis com o sabor de chocolate. Mas ela também é capaz de produzir vinhos brancos levemente condimentados.

 

 

Chenin Blanc - No vale do Loire, elas são utilizadas para tudo, desde vinhos brancos extremamente ácidos e secos até alguns dos melhores e mais antigos vinhos doces. As versões sul-africanas e americanas dos vinhos feitos com essa casta são mais suaves e elaboradas. Maçã, marmelo, noz e mel são suas principais notas, embora existam alguns outros aromas menos lisonjeiros.

 

 

Palomino - O principal ingrediente do mais subestimado de todos os vinhos, o Jerez.

 

 

 

---

www.adegasuica.com

Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Ícone do App Instagram
  • Twitter Basic Square
...receber os amigos"

-quero vinho para...

...para o dia a dia"
...em família"
...para beber a dois"