Pêra-Manca tinto 2013: Lançamento Mundial em Goiânia

28/10/2017

Nessa semana foi lançada a mais recente safra do vinho tinto Pêra Manca, a 2013. Ícone da Fundação Eugénio de Almeida, esse vinho alentejano somente é produzido em safras especiais. Desde o lançamento foram apenas 14: 1990, 1991, 1994, 1995, 1997, 1998, 2001, 2003, 2005, 2007, 2008, 2010, 2011 e 2013.

 

 

O presidente da Fundação, José Mateus Ginó, e o enólogo da vinícola, Pedro Baptista estiveram em Goiânia para o lançamento do vinho. O evento, organizado pela Adega Alentejana, importadora do Pêra-Manca para o Brasil, aconteceu no restaurante Kabanas Flamboyant e reuniu jornalistas e convidados especiais. A Adega Suíça teve a honra de  participar desse momento único e tão importante para o mercado regional goiano.

 

Na safra 2013 foram produzidas apenas 19 mil garrafas, das quais apenas 3 mil vieram para o Brasil. Desta vez a produção foi consideravelmente menor que a safra anterior, onde foram produzidas 30 mil garrafas. O corte de castas utilizado no vinho é Trincadeira (55%) e Aragonêz (45%) plantadas num terroir de 17 hectares, ambas as uvas são posteriormente colhidas à mão. A fermentação é feita em cubas de carvalho francês e depois, estagiou 18 meses em tonéis de carvalho de altíssima qualidade e grande dimensão, com 3 ou 5 mil litros, ao invés dos tradicionais tonéis de 225 litros.

 

Segundo o enólogo Pedro Baptista, a safra 2013 é candidata a entrar para a melhor da história. O Pêra Manca tinto somente é produzido em safras onde as condições climáticas e biológicas foram excepcionalmente ótimas, representando a perfeita harmonia entre o trabalho do homem e a natureza. O potencial de guarda para este vinho é de no mínimo 40 anos!

 

Pelo fato de se tratar de um rótulo com valor de mercado que pode superar os R$2 mil reais, as fraudes e falsificações tem se tornado comum, então criou-se um selo de autenticidade e uma imagem holográfica fixada na cápsula da garrafa, produzido pela casa da moeda e pode ser validado no site da Fundação. Algumas vinícolas tem usado outras formas de garantir a autenticidade dos vinhos, como por exemplo o emprego da tecnologia Blockchain, conhecida como "cadeia de blocos" da rede Bitcoin, conforme reportado pela revista Forbes no link a seguir: (http://bit.ly/2hjg3bL).

 

Degustação do vinho Pêra Manca Tinto safra 2013: 

Acompanhando deliciosas entradas feitas pela cozinha do restaurante, foram degustados os vinhos Cartuxa branco 2016, Pêra-Manca branco 2013, EA Reserva tinto 2013 e Cartuxa Colheita tinto 2014 e por último, após um suculento bife chorizo: o vinho Pêra Manca tinto safra 2013. Um verdadeiro caldo! O visual impressiona pela bela coloração rubi e uma concentração que chega a untar as paredes da taça. No nariz, uma grande explosão de aromas são imediatamente liberados: frutas vermelhas e negras muito intensas, notas de pimentas e especiarias, aromas animais e terrosos. Conforme prolonga o contato com o ar vai revelando seu enorme potencial de evolução. Os taninos são finos mas poderosos, uma verdadeira maravilha! Final de boca extremamente longo e muito prazeroso.

 

Todos os vinhos degustados estão disponíveis para venda na Adega Suíça, inclusive as safras passadas 2011 e 2010 do vinho Pêra Manca tinto.

 

 

 

 

 

---

www.adegasuica.com

Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Ícone do App Instagram
  • Twitter Basic Square
...receber os amigos"

-quero vinho para...

...para o dia a dia"
...em família"
...para beber a dois"