As 10 Melhores Uvas Tintas

04/12/2017

 

 

Cabernet Sauvignon - A mais internacional as uvas, conseguiu preservar seu sabor encorpado de cassis, ameixa, menta e cedro, onde quer que esteja plantada. Traços de azeitona e amora silvestre aparecem nos vinhedos de clima mais quente, enquanto nos locais mais frios prevalecem as nuances de pimentão.

 

 

Pinot Noir - Grande uva, porém temperamental, frágil e delicada, não pertence mais somente à Borgonha, sendo plantada em várias regiões de clima frio no mundo. É sedutora, aromática, absolutamente deliciosa, destilando sabores de frutas vermelhas, flores e uma mineralidade incrível. A Pinot de qualidade inferior é entediante e por vezes cara demais. Portanto, escolha bem sua garrafa.

 

 

Shiraz - Mais confiável que a Pinot e mais excitante que a Cabernet, com a Shiraz você tem tudo o que deseja: coloração forte, sabor de pimenta-do-reino, amoras pretas e cassis, além de pitadas de chocolate, casca de laranja e ameixa.

 

 

Merlot - Essa uva é como a Cabernet Sauvignon, porém mais suave e menos formal. Na verdade, as duas são frequentemente misturadas - com a Merlot encorpando ainda mais a estruturada Cabernet. Ameixas, amoras pretas e cassis são notas típicas, assim como chocolate e folhas de amoras pretas.

 

 

 Grenache - Leve na cor, mas rica em sabores quentes de morango e ervas, a Grenache é a força impulsora por trás de uma ampla gama de vinhos do sul da França e no norte da Espanha, incluindo o Chateauneuf-du-Pape, Côtes-du-Rhône e Priorat. Cada vez mais popular, ela é frequentemente misturada com Shiraz ou Mourvèdre.

 

 

Tempranillo - A principal uva da região espanhola de Rioja e Ribera del Duero está lentamente abrindo seu caminho, aromas temperados e toques de morango, Espero ouvir mais sobre essa estrela em potencial.

 

 

Nebbiolo - Não se sabe a razão, mas o fato é que a Nebbiolo raramente ultrapassa a região do Piemonte, no noroeste da Itália. Apesar disso, produz esplêndidos Barolos e Barbarescos para quem gosta de vinhos que podem ser guardados por muitos anos. Alcatrão, rosas, violetas, framboesas e madeira queimada são traços típicos dessa casta.

 

 

Sangiovese - A Sangiovese tem se destacado por pouco mais que a Nebbiolo, especialmente na Toscana, lar do Chianti e do Brunello di Montalcino. Pense em cerejas amargas, cassis e tabaco fresco.

  

Cabernet Franc - Uma versão mais amadeirada e com forte presença mineral de sua prima-irmã, a Cabernet Sauvignon. Muito utilizada para misturas, mas capaz sozinha de produzir vinhos tintos refrescantes e agradáveis ao paladar.

 

 

Malbec - Seu lar é o sudoeste da França, mas devemos agradecer aos argentinos pela atual popularidade da Malbec, que destila aromas de amora e violeta. Capaz de tudo, desde tintos amigáveis, que acompanham muito bem um churrasco, até tintos poderosos.

 

 

Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Ícone do App Instagram
  • Twitter Basic Square
...receber os amigos"

-quero vinho para...

...para o dia a dia"
...em família"
...para beber a dois"